Na fotografia, assim como no cinema, falamos sobre a tomada quando queremos expressar a proporção que o assunto tem dentro do quadro, o que nos diz em grande parte que porção da imagem deve aparecer na tomada e quais são os melhores cortes elas podem ser feitas sem negligenciar a proporção adequada e manter a estética da imagem.

# 1. Plano Geral ou Plano Longo. 

Os planos longos ou planos gerais são aqueles que oferecem um maior ângulo de cobertura da cena. Sua função é colocar na mesa uma situação em que o importante é a cena como um todo e não um detalhe particular.

O Grande Plano Geral ou Longo Plano Geral (PGL) mostra um grande palco ou uma multidão. A pessoa não está ou está diluída no ambiente, distante, perdida, pequena, superlotada. Tem um valor descritivo e pode adquirir um valor dramático quando se pretende destacar a solidão ou a pequenez do homem diante do ambiente.

Isso dá mais relevância ao contexto do que aos números que são capturados ou registrados.

#2. Plano Geral Curto. 
O Short General Plane se concentra em indivíduos, minimizando o ambiente. Você ainda pode adivinhar a situação em que os sujeitos estão, mas esse aspecto já é muito mais secundário.

# 3. Plano Geral Conjunto.

O Plano Geral Conjunto reduz o campo visual e envolve os personagens em uma área mais restrita, para que você possa individualizar cada objeto ou assunto com mais precisão. Quando as pessoas são fotografadas, esse tipo de plano consegue capturar a figura completa ajustada às bordas da imagem.

# 4. Plano Geral.
Os pés e a cabeça da figura humana limitam-se praticamente às margens inferior e superior da imagem da imagem.
# 5. Plano Médio ou Cintura.
Como o próprio nome indica, é o plano intermediário por excelência. Ocorre na altura da cintura e começa a ser considerado um retrato.
Com o plano médio, damos mais importância aos aspectos emocionais do sujeito. Desta vez, cortamos os caracteres acima da cintura. Neste plano irá influenciar o fato de fazer a fotografia no formato vertical ou horizontal.
Escolhendo o primeiro caso, o personagem ocupará a grande maioria da cena e o fundo passará despercebido.
# 6. Plano Médio Curto (Primeiro plano – “Decote”). 
Foto emoldurando uma figura humana cuja linha inferior está no nível das axilas. É muito mais subjetivo e direto que os anteriores. Os personagens podem ocupar a tela com um terço do corpo e permitir uma identificação emocional do espectador com os atores.

Ele é chamado de plano intermediário curto se o disparo for feito da altura do busto até o topo da cabeça.

# 7. Plano Americano.

É um plano americano se o corte é feito aproximadamente, ao nível da coxa ou joelhos.  Tem sua origem nos filmes ocidentais de faroeste , e não foi até então que começou a falar desse plano como tal.  Apareceu porque se requeria um tipo de plano médio que capturasse o tema com o fundo,  mas que permitisse ver o coldre do revólver (duelos mortais).
# 8 O primeiro plano.

O primeiro plano é perfeito para o retrato do rosto. Ele amplia o detalhe e miniaturiza o conjunto da cena, eliminando de uma vez por todas a importância do fundo.

É tremendamente útil recorrer a molduras verticais, reservando as horizontais para quando tiramos imagens em que o rosto é acompanhado por gestos das mãos ou queremos brincar com o ar da imagem.

# 9 Primeiro close-up.

A cabeça enche aproximadamente a tela. O primeiro close-up é geralmente caracterizado pelo desaparecimento da parte superior da cabeça e a fixação do limite inferior no queixo do personagem. A carga emocional é acentuada e a atenção no personagem é praticamente total.
# 10 Plano detalhado (Super Close-up) 
O plano detalhado é o plano mais próximo.
# 11 Resumo – Site Rodolfo Clix

Aprenda a usar sua câmera DSLR numa aula VIP de Fotografia em São Paulo

Comprar e Baixar Kit de Presets Lightroom 2019 

Curta nossa Página no Facebook com Dicas e Video Aulas Incríveis de Fotografia